Inicial / AÇÃO SINDICAL / Arfoc-SC e SJSC querem ampliar luta dos jornalistas de imagem

Arfoc-SC e SJSC querem ampliar luta dos jornalistas de imagem

Dirigentes do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina e da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos de Santa Catarina (Arfoc-SC) reuniram-se nesta quarta-feira (16/12), em Florianópolis, para discutir parcerias em defesa dos direitos dos profissionais de imagem. Nova reunião entre as duas entidades deverá ocorrer em fevereiro de 2016 para definição de ações conjuntas.

Participaram da reunião o presidente do SJSC, Aderbal Filho, o diretor Leonel Camasão e o presidente da Arfoc-SC, Jeferson Acevedo, que apresentou algumas das demandas e prioridades da entidade. “Temos muitas questões em comum e queremos atuar junto com o Sindicato dos Jornalistas para fortalecer a categoria”, disse, registrando que embora o trabalho da primeira diretoria eleita seja ainda inicial, a disposição é de dar saltos significativos em curto prazo. A Arfoc foi fundada em maio de 2015.

Entre as prioridades da primeira gestão da Arfoc-SC entidade, estão questões ligadas ao credenciamento de profissionais de imagem para acesso aos estádios de futebol em competições como o campeonato brasileiro. Outra demanda importante é a luta pelo correto enquadramento dos repórteres cinematográficos, que em sua maioria são enquadrados incorretamente como operadores de câmeras pelas empresas de televisão. A entidade pretende também, em parceria com o SJSC, definir orientações e critérios para a obtenção de registros profissionais junto ao órgão regional do Ministério do Trabalho e Emprego.

“A Arfoc chega em boa hora em Santa Catarina e é muito bem vinda”, disse o presidente do Sindicato dos Jornalistas, apontando que o SJSC está disposto em fortalecer a luta por melhores condições de trabalho para esse segmento da categoria. “Certamente esta parceria será muito positiva para as duas entidades e para os profissionais de imagem”, completou.
Na nova reunião prevista para fevereiro serão discutidas, também, possíveis ações comuns na promoção de seminários, palestras, exposições e oficinas sobre jornalismo de imagem.

Tente também

Dia do jornalista: Sonhos e luta transformam a realidade

“Cada ser humano recebe a anunciação e, grávido de alma, leva a mão à garganta
 …

Um comentário

  1. Nenhuma menção de melhoria para os profissionais de ilustração? Ou a produção de infografias, storyboards, charges, mapas não os qualifica como jornalistas de imagem? A legislação precisa ser justa e clara, senão as empresas vão continuar enquadrando-os como diagramadores e pagar piso para profissionais que precisam ter conhecimento avançado de softwares e técnicas artísticas para produção de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: