Inicial / AÇÃO SINDICAL / Nota de solidariedade à jornalista Sílvia Medeiros

Nota de solidariedade à jornalista Sílvia Medeiros

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina se solidariza com a jornalista Sílvia Medeiros, do Portal Catarinas e assessora de imprensa da CUT/SC, vítima de repressão e intimidação por parte de policiais militares, na última sexta-feira (30/06).

Enquanto cobria os protestos da greve geral em Navegantes, Sílvia foi ameaçada verbalmente por um policial militar e teve seu celular arrancado de suas mãos, enquanto filmava a ação da PM.

Ela relatou que estava a trabalho, cobrindo a atividade, quando um policial pediu que ela comprovasse a profissão. “Eu entreguei minha carteira de jornalista, mas ele disse ‘se você tá aqui com eles, você é um deles”, relatou ao jornal Diarinho. “Por várias vezes eles apontaram a arma para nós que estávamos trabalhando. Jogaram uma bala de borracha que pegou de raspão na minha perna. A ação da PM foi extremamente violenta”, afirmou ao periódico.

O Sindicato dos Jornalistas repudia a violência física e moral praticada contra a jornalista. Tais atos atentam contra a liberdade de imprensa e a dignidade da profissão.

Florianópolis, 03 de julho de 2017.

Diretoria do SJSC

Tente também

Quem reprime os jornalistas agride a liberdade de imprensa

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina manifesta seu protesto e repúdio à violência policial …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: