0,00 BRL

Nenhum produto no carrinho.

Jornalistas aprovam pauta de reivindicações

bananaCom o lema Informação não é banana, jornalista também não!, o Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina deu início a campanha de negociação coletiva da categoria. A lista de reivindicações, aprovada em assembleia geral nesta terça-feira (19/04) foi enviada para o Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas de SC (Sindejor) e ao Sindicato das Empresas de Radiodifusão e Televisão de SC (Sert-SC). O documento entregue aos empresários foi aprovado após uma rodada de visitas às principais redações do Estado, distribuídas em 11 cidades diferentes.

Veja a pauta completa

Galeria de Imagens – Visitas às redações de SC

A pauta de reivindicações contém 65 cláusulas. As principais demandas são a reposição das perdas da inflação, mais 5% de aumento real para todos os salários; isonomia salarial entre homens e mulheres; ampliação do auxílio educação infantil; correto enquadramento funcional dos empregados, em especial, nas emissoras de televisão, e ainda, maior valorização das horas extras. O Sindicato também solicitou audiência com o Ministério do Trabalho para garantir as negociações. A primeira reunião de negociação será no dia 28 de abril, na sede da Secretaria Regional do Trabalho e Emprego, em Florianópolis.

Por onde o Sindicato passou?

O Sindicato dos Jornalistas visitou mais de 20 redações em 11 cidades de Santa Catarina. A divulgação da campanha de negociação coletiva ocorreu nos jornais A Notícia e Notícias do Dia (Joinville); Jornal de Santa Catarina (Blumenau); Diarinho e Sol Diário (Itajaí); Diário da Manhã, Diário de Notícias e Jornal da Manhã (Criciúma); Correio Lageano (Lages); Diário do Alto Vale (Rio do Sul); Diário do Iguaçu e Folha de Chapecó (Chapecó), Folha Sete (Seara), além das redações do Diário Catarinense, Hora de Santa Catarina e Notícias do Dia, em Florianópolis.Nas emissoras de rádio e TV, os diretores do SJSC visitaram as redações da RBS TV e RIC-Record em municípios como Florianópolis, Joinville, Blumenau, Chapecó e Itajaí. O Sindicato também esteve presente no SBT Santa Catarina, em Lages e em Florianópolis, e em outras rádios do grupo SCC, como a CBN Lages e a Clube Rádio.

Sindicato barrado na Band

O vice-presidente do SJSC, Renan Antunes de Oliveira, foi barrado na portaria da Band-SC em Florianópolis. A empresa passa por sérias dificuldades financeiras e já atrasou salários em cinco oportunidades desde julho do ano passado. A Band ainda é alvo de um inquérito movido pelo Ministério Público do Trabalho, a partir de denúncia do Sindicato dos Jornalistas, questionando os atrasos e o enquadramento irregular de profissionais de jornalismo como radialistas.

 

Matérias semelhantes

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais lidas

%d blogueiros gostam disto: