terça-feira, dezembro 6, 2022
InícioNOTÍCIASNota de pesar pelo falecimento de Salim Miguel

Nota de pesar pelo falecimento de Salim Miguel

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina manifesta seu pesar pelo falecimento do escritor e jornalista Salim Miguel, sócio desta entidade e um dos principais nomes da literatura catarinense e brasileira. Internado com problemas pulmonares desde 7 de abril, no Hospital Santa Luzia, em Brasília, ele faleceu no dia 22, aos 92 anos.

Salim nasceu no Líbano, mas veio ainda criança para Biguaçu, na Grande Florianópolis, onde começou sua trajetória e acabou se tornando um dos mais importantes nomes da literatura de Santa Catarina e brasileira, somando 33 livros publicados.

Após ser preso pela ditadura, em 1964, Salim e sua esposa, Eglê Malheiros, mudaram-se para o Rio de Janeiro. Salim trabalhou em veículos como “Manchete” e “Jornal do Brasil”.

Um dos iniciadores do Grupo Sul, movimento modernista que revolucionou a literatura catarinense, Salim dedicou praticamente toda sua vida à promoção da cultura,fundando revistas literárias e envolvendo-se na produção de exposições, atividades de cinema e teatro.

Parte de sua carreira também foi construída na UFSC, onde atuou como assessor de imprensa e dirigiu a Editora da Universidade, no começo de suas atividades. Entre 1993 e 1996, presidiu a Fundação Franklin Cascaes, autarquia responsável pela política cultural da Prefeitura de Florianópolis.

Sempre que questionado sobre a possibilidade de disputar uma cadeira na Associação Brasileira de Letras, Salim dizia, sem vaidades e com orgulho, que a única entidade a que pertenceu, durante toda a vida, foi o Sindicato dos Jornalistas Profissionais, “que é a minha categoria”.

O Sindicato dos Jornalistas se solidariza com a professora Eglê Malheiros, seus 5 filhos e demais parentes, e deseja força nesse momento de despedida.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios