InícioNOTÍCIASVereadores de Concórdia aprovam moção de apoio aos jornalistas por formação

Vereadores de Concórdia aprovam moção de apoio aos jornalistas por formação

A Câmara Municipal de Concórdia aprovou na sessão ordinária do dia 06 de julho moção de apoio e solidariedade aos jornalistas por formação. A iniciativa do presidente da Casa, Alaor Camillo (PT), contou com apoio dos demais vereadores. Segundo o petista, a decisão do STF de derrubada do diploma abre a possibilidade para que qualquer pessoa possa atuar nos veículos de comunicação, mesmo sem ter formação acadêmica na área, sendo “uma situação no mínimo incômoda à classe”.

O presidente do SJSC, Rubens Lunge, participou da sessão juntamente com o diretor Luis Prates e o delegado regional Francisco Ribeiro. O dirigente, que é natural de Concórdia, destacou a iniciativa do legislativo local, de apoio à luta dos jornalistas e em defesa do diploma e da profissão. Profissionais formados na região e acadêmicos da UnC Concórdia também acompanharam a sessão. O documento será encaminhado para os presidentes da Câmara Federal e do Senado e ao presidente da República

O vereador Rogério Pacheco (PSDB) acrescentou que a ação do Supremo pode desencadear e ser precedente para a extinção do diploma em outras categorias; “o que seria um retrocesso à formação profissional brasileira”. Ele propôs na sessão que a moção seja encaminhada para as outras Câmaras pertencentes aos 15 municípios da AMAUC (Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense) – Alto Bela Vista, Arabutã, Arvoredo, Ipira, Ipumirim, Irani, Ita, Jaborá, Lindóia do Sul, Paial, Peritiba, Piratuba, Presidente Castello Branco, Seara e Xavantina. O objetivo é que os poderes dessas cidades também aprovem moção com igual teor.

O vereador Closmar Zagonel (PMDB) informou ao presidente do SJSC que já conversou com os senadores Neuto de Conto (PMDB-SC) e Raimundo Colombo (PFL-SC) sobre o apoio deles à Proposta de Emenda à Constituição Federal (PEC) para tornar obrigatória a exigência do diploma de nível superior para o exercício da profissão de jornalista. O projeto é de autoria do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) e já conseguiu o número de assinaturas necessárias para sua tramitação. A senadora Ideli Salvatti (PT-SC), que esteve recentemente em Concórdia, afirmou na ocasião que também apóia a proposição.

A composição atual da Câmara de Concórdia é a seguinte:

Alaor Antônio Camillo (PT), Antônio Colussi (PT), Arlan Guliani (PT), Closmar Zagonel (PMDB), Dejalma Santo Lazzarotti (PT – suplente), Dirceu Biondo (PMDB), Edio Wulff (PP), Evandro Pegoraro (PT), Gilberto Antônio Romani (PT), Leocir Domingo Zanella (PPS), Mauri Maran (PT), Rogério Luciano Pacheco (PSDB).

(com informações e foto de Magali G. Rodrigues – assessoria da Presidência, jornalista, reg. Prof. SC-02367-JP).

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios