InícioNOTÍCIASJornalistas ligados a Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí discutem...

Jornalistas ligados a Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí discutem decisão do STF sobre o diploma

A partir da iniciativa do presidente do colegiado dos assessores de imprensa da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí, Peeter Lee Grando, os jornalistas ligados a 11 prefeituras estiveram em Itajaí, na segunda-feira (06/07), discutindo sobre a questão do diploma com a jornalista Elaine Tavares, do Conselho Fiscal do Sindicato dos Jornalistas. Também participou do debate a coordenadora do Curso de Jornalismo da Univali, Jane Cardozo.
Os jornalistas ligados a AMFRI queriam saber sobre as conseqüências da queda da exigência do diploma para o exercício da profissão e sobre os cenários possíveis que já começam a se configurar com as articulações no Congresso Nacional. Durante a conversa, a jornalista Elaine Tavares explicou toda a controvérsia jurídica que está colocada, a questão do registro e as possibilidades da luta política. Deixou claro aos colegas jornalistas que qualquer articulação em nível de legislativo federal só pode vingar se tiver a participação protagônica da categoria. Jornalistas apáticos e fechados nas suas salas de trabalho não verão um milagre. “Só a luta efetiva e a mobilização farão a situação mudar”.
Elaine lembrou que o voto de Gilmar Mendes rebaixa a própria cultura nacional na medida em que o magistrado máximo da nação assume sua visão colonial de mundo deixando registrado que algumas profissões como as de padeiro, costureira, cozinheiro e jornalistas não precisam de estudo para serem exercidas. “O ministro não ofendeu os jornalistas, ofendeu os trabalhadores todos deste país”.
A professora Jane Cardozo também insistiu na necessidade de incorporar os estudantes na luta pela retomada do diploma. “Há uma certa apatia, mas isso pode ser revertido e nós vamos fazer a nossa parte ”.
Ao final do encontro os jornalistas do colegiado da AMFRI decidiram encaminhar um documento a todos os prefeitos que conformam os municípios da associação para que este tema seja discutido nas prefeituras e também na plenária da Federação Catarinense de Municípios. “Se todos se mobilizarem e buscarem os deputados e senadores, a gente já está fazendo um bom movimento”, afirmou Peeter Grando.
Elaine insistiu com os colegas jornalistas para que procurem filiar-se ao sindicato e que busquem participar das atividades de luta chamadas pela entidade. “Agora, nestes tempos de desregulamentação, mais do que nunca o sindicato é a força mais poderosa que temos contra os abusos dos patrões”.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios