sábado, dezembro 10, 2022
InícioNOTÍCIASEmater/PR é condenada a pagar horas extras a jornalista

Emater/PR é condenada a pagar horas extras a jornalista

bancodehoras

A 14ª Vara do Trabalho de Curitiba condenou, na última quarta-feira (31), o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/PR) ao pagamento de todas as horas extras excedentes da quinta hora diária, a trabalhador na condição de jornalista.

“A condição de trabalho jornalístico equipara o labor do empregado ao trabalho realizado em empresa jornalística. Tal fato ensejou o pagamento das horas extraordinárias à quinta hora trabalhada, visto que o regime do trabalhador em empresa jornalística é de cinco horas diárias”, afirma o advogado André L. Jaboniski.

Como o jornalista, desde a sua admissão, trabalhava oito horas por dia, a empresa maquiava o fato para aparentar apenas cinco horas previstas em lei, remunerando de forma fixa, três horas extras diárias por dia de trabalho do empregado.

Com a sentença, gerou-se a nulidade da pré-contratação de horas extras, sendo estas incorporadas ao salário base. “Foi declarada nula a pré contratação, sendo que os valores supostamente recebidos pelas 3 horas extras praticadas diariamente, devem ser consideradas como parte integrante da remuneração do trabalhador, eis que visavam quitar tão somente o labor diário de 5 horas”. E completa, “A partir deste novo salário base, é que a reclamada terá que pagar 3 horas extras por dia, referentes ao últimos 5 anos do contrato de trabalho. Estes valores, integrarão os descansos semanais remunerados e ambos, vão gerar reflexos em férias acrescidas do terço, 13º salário, PLR e FGTS”.

 

Fonte: Sindicato dos Jornalistas do Paraná – Sindijor/PR

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios