segunda-feira, dezembro 5, 2022
InícioNOTÍCIASSindicato dos Jornalistas adverte Prefeitura de Lages sobre irregularidades em edital de...

Sindicato dos Jornalistas adverte Prefeitura de Lages sobre irregularidades em edital de Concurso Público

Sindicato dos Jornalistas adverte Prefeitura de Lages sobre irregularidades em edital de Concurso Público

30/09/2011 – O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC), por meio de um ofício, advertiu a Prefeitura de Lages, na quinta-feira (29/09), sobre irregularidades no edital de um concurso público para contratação de jornalista, entre outros cargos.

Os editais, disponíveis aqui*, estão em desacordo com a legislação vigente e com a atual Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos jornalistas de Santa Catarina.

A vaga em questão oferece uma remuneração de apenas R$ 1.200,88 para uma jornada de 40 horas semanais. Além da jornada de trabalho dos jornalistas prevista pela CLT ser de 30 horas, o salário oferecido pela Prefeitura de Lages é 14% menor do que o piso, de R$ 1.395,68.

O Sindicato tomou conhecimento da irregularidade após uma jornalista postar a denúncia na rede social Facebok. “Não sou sindicalizada, mas a nova gestão deveria ficar de olho nisso: concurso público para jornalista em Lages: remuneração abaixo do piso”, escreveu.

CLT sobrepõe legislação local – Os conflitos legais sobre jornadas diferenciadas para jornalistas no serviço público já ocorrem há muitos anos. Um parecer jurídico da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) afirma categoricamente que as prefeituras e outros órgãos devem se submeter à legislação federal.

“A competência para legislar sobre direito do trabalho é privativa da União (art. 22, I da CF) e prevalece sobre ordenamento jurídico local a legislação federal aplicável”, afirma o documento, disponível na página da FENAJ. Ou seja, legislação estadual ou municipal sobre jornada de trabalho diferenciada (…) não se sobrepõe à norma superior”, diz o documento.

Sindicato tomará medidas necessárias – Assim que tomou conhecimento do edital, o Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina enviou ofício para a Prefeitura de Lages solicitando a correção das irregularidades e a eventual lista de profissionais que trabalha sob essas condições. Nesta sexta-feira, dia 30, a Secretaria de Administração informou que encaminhou o assunto para a Procuradoria Jurídica do Município.

O Sindicato tomará as providências cabíveis e legais para modificar os termos do Edital e garantir jornada e salários dignos aos jornalistas da Prefeitura de Lages.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios