quinta-feira, dezembro 1, 2022
Google search engine
InícioAÇÃO SINDICALSJSC e Sindejor/SC assinam Convenção Coletiva de Trabalho 2013/2014

SJSC e Sindejor/SC assinam Convenção Coletiva de Trabalho 2013/2014

jornalista-vale-mais-horizontalO Sindicato dos Jornalistas de SC e o Sindicato das Empresas de Jornais e Revistas assinaram, nesta quarta-feira (28), a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) referente ao período 2013/2014. O acordo assegura a evolução do piso salarial da categoria de R$ 1.600,00 para R$ 1.715,00, retroativamente a maio de 2013, e para R$ 1.750,00 de janeiro a abril de 2014.

Sobre todos os salários será aplicado o reajuste de 7,16%, índice que incide também sobre o valor do Auxílio-Educação Infantil. Com a evolução do piso salarial para R$ 1.750,00 foi alcançado um aumento real de 2,07%, com uma variação total de 9,38% no período. O documento garante, também, a manutenção das demais cláusulas da convenção coletiva anterior.

DIFERENÇAS SALARIAIS

As diferenças salariais devidas desde maio de 2013 deverão ser integralmente quitadas na folha de junho, conforme determina a CCT. Quem recebe somente o piso da categoria e não teve nenhum reajuste no período, terá direito a uma diferença acumulada de pelo menos R$ 1.670,00, a ser paga até o quinto dia útil de julho deste ano.

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

A busca por um entendimento levou mais de um ano. “O sindicato patronal orientou as empresas a aplicarem apenas o INPC e protelou ao máximo a definição de um aumento real condizente com o compromisso de valorização dos jornalistas e ampliação progressiva do piso”, comentou o presidente do SJSC, Valmor Fritsche. “Não abrimos mão do nosso compromisso de recuperar o piso salarial da categoria, importante balizador do mercado de trabalho”.

ACORDO COM A RIC

Um acordo em separado com o Grupo RIC/Record assegurou um reajuste total de 10,94% para os jornalistas, com um ganho real mais expressivo – hoje o menor salário de um jornalista na empresa é de R$ 1.800,00. “A direção do sindicato patronal, no entanto, não aceitou assinar uma Convenção Coletiva de Trabalho nas mesmas bases do acordo que fizemos com a RIC, adotando, ao contrário, uma posição irredutível desde a sua primeira proposta”, lamentou Valmor.

PARCELA ÚNICA

Conforme previsto na nova CCT, as diferenças salariais retroativas a maio/2013 e janeiro/2014 deverão ser quitadas em parcela única, na folha de julho. A orientação é de que os jornalistas fiquem atentos e denunciem as empresas que não cumprirem o que foi estabelecido ao SJSC.

“ANTES DA COPA”

O Sindicato dos Jornalistas e o das empresas participaram, no dia 12 de maio, de audiência de conciliação na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/SC). Tal audiência assegurou a manutenção da data base dos jornalistas do estado em 1º de maio e as partes ficaram de definir uma agenda de negociações. Nesta quarta-feira, o presidente do Sindejor/SC, Ronaldo Roratto, manifestou disposição em buscar um rápido desfecho para a Negociação Coletiva 2014/2015. Segundo seu desejo, “até antes da Copa”.

LEIA AQUI A CCT 2013-2014

assinatura-cct-2013-14-b

Presidentes do Sindejor/SC, Ronaldo Roratto, e do SJSC, Valmor Fritsche assinam CCT 2013/14

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios