sábado, dezembro 3, 2022
InícioNOTÍCIASLivro As duas guerras de Vlado Herzog será lançado em Florianópolis dia...

Livro As duas guerras de Vlado Herzog será lançado em Florianópolis dia 10 de setembro

lIBRO DUAS GUERRAS

O SJSC convida a categoria paraa participar do lançamento do livro “As duas Guerras de Vlado Herzog” e do debate com o autor, o jornalista e escritor Audálio Dantas, na próxima terça-feira (10/09), a partir das 19 horas, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A atividade é uma co-promoção do Sindicato com a Associação Catarinense de Imprensa (ACI), Acadêmia Catarinense de Letras (ACL) e ALESC.

Ex-presidente  do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e da FENAJ, Audálio Dantas teve destacado papel no combate à ditadura militar. Durante sua gestão no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo denunciou, em 1975, a morte sob tortura do jornalista Vladimir Herzog no DOI-CODI, desmascarando a versão de suicídio plantada pelos militares. Por sua atuação em defesa da liberdade de imprensa e dos direitos humanos, elegeu-se deputado federal pelo MDB paulista (1978/82).

Dono de uma narrativa impecável e apurado senso jornalístico texto de apurada qualidade, Audálio iniciou sua carreira no Jornalismo em 1954, como repórter da Folha da Manhã (antiga Folha de S.Paulo). Depois atuou em veículos como as revistas O Cruzeiro, Quatro Rodas, Veja, Realidade e Manchete. Atualmente preside a Comissão Nacional da Verdade dos Jornalistas, é diretor-executivo da revista Negócios da Comunicação (SP), da Editora Segmento MC, e membro do Conselho Consultivo do Ranking J&Cia – Os Mais Premiados Jornalistas Brasileiros.

Entre as diversas obras produzidas por Audálio Dantas, muitas se originaram de grandes reportagens depois convertidas em livros, como “O Circo do Desespero” (Símbolo, 1976), “Tempo de Luta – Reportagem de uma atuação parlamentar” (Independente, 1981) e “O Chão de Graciliano” (Tempo d’Imagem, 2007). O livro “As Duas Guerras de Vlado Herzog“ (Civilização Brasileira, 2013), que será lançado na ALESC no dia 10 de setembro, resgata a trajetória do jornalista desde a perseguição dos nazistas na Iugoslávia, na década de 1940, até sua prisão e assassinato pelas forças de repressão no Brasil em 1975.

 

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios