InícioNOTÍCIASProfessores de Comunicação da Região Sul cobram volta do MCTI

Professores de Comunicação da Região Sul cobram volta do MCTI

Representantes dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação da Região Sul do Brasil, reunidos em Ponta Grossa/PR, no último dia 15/06, exigem a volta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), fundido pelo governo interino, Michel Temer, ao Ministério das Comunicações. A secretária-geral do SJSC, Valci Zuculoto, participou das atividades.

Os pesquisadores participantes do Fórum Sul de Pós-Com entendem que é injustificável a fusão de um ministério que incentiva a pesquisa, a inovação tecnológica e a investigação científica ficar refém de uma pasta Ministerial, que desde o regime militar mantém os serviços de concessão de mídia atrelados aos interesses políticos, econômicos, religiosos ou eleitoreiros. Pressionado pelos empresários de telefonia e mídia de massa (rádio e TV), a pasta de Ciência e Tecnologia pode desaparecer em poucos meses, conforme denunciam os pesquisadores da comunicação da Região Sul.

Da mesma forma, os professores alertam que o fim do MCTI é um retrocesso político, pois compromete uma trajetória de fortalecimento da pesquisa científica, que demanda estrutura, recursos humanos e investimentos. E não resta dúvida de que a “fusão”, traduzido em desmonte, da C&T em Comunicações compromete também a política nacional de Pós-Graduação, que tem metas para as próximas décadas.

Os pesquisadores denunciam que a decisão do governo provisório é uma clara demonstração da submissão científica, que deixa o País refém de multinacionais, reproduzindo uma relação de subserviência tecnológica, típica de governos servis ao capitalismo internacional. Tal decisão impõe ao povo e ao futuro do Brasil uma condução de dominado e distante da autonomia política e intelectual dos principais países do mundo.

Mobilização nas redes

Os professores definiram, também, o envio do documento aos parlamentares da Região, bem como divulgação da campanha nacional com a inclusão da imagem hashtag ‪#‎ficaMCTI ou ‪#‎voltaMCTI na plataforma Lattes (do CNPq). A campanha foi lançada pela SBPC com apoio de docentes de inúmeras universidades do País. Foi indicado, também, a assinatura da petição no Avaaz, que cobra o imediato retorno do ministério: A Associação dos Docentes da UFRJ (ADUFRJ) também criou uma página com instruções sobre como os pesquisadores podem mudar suas fotos no Lattes para divulgar a campanha pela volta do MCTI.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios