sexta-feira, dezembro 2, 2022
Google search engine
InícioAÇÃO SINDICALPatrões travam assinatura do acordo

Patrões travam assinatura do acordo

A superação do impasse com relação às Negociações Coletivas 2017/2018 e 2018/2019 dos jornalistas de Santa Catarina ganhou um novo entrave nesta semana. Em assembleia  realizada na segunda-feira (16/07), o sindicato patronal de impressos de SC adotou um posicionamento com relação a uma cláusula de financiamento da estrutura sindical dos jornalistas que inviabiliza um entendimento. Por isso o SJSC convoca a categoria para Assembleia Geral em dois turnos, na sexta-feira (20/07), às 14h, em frente à NSC, e segunda-feira (23/07), às 14h, na RIC/ND.

Na última rodada formal de negociação, no dia 20 de junho, os representantes do SJSC e do sindicato patronal construíram acordo em relação a cláusulas econômicas e sindicais que viabilizariam o entendimento relativamente às datas base de 2017 e 2018. Ao final, porém, a postura patronal retomou a controvérsia quanto à autorização expressa e individual X autorização expressa e coletiva para o desconto das contribuições dos jornalistas visando a sustentação financeira de sua entidade representativa.

De lá para cá, o diálogo resumiu-se a contatos telefônicos entre dirigentes das duas entidades. “Formulamos uma proposta alternativa visando o entendimento, mas infelizmente a visão patronal é de que a única parte que tem que ceder é a da categoria profissional”, diz o presidente do SJSC, Aderbal Filho.

Um avanço foi o comunicado expedido no dia 26 de junho pelo Sindicato patronal orientando as empresas do segmento a pagarem o piso referente a maio de 2017 (R$ 2.420,00) – valor já acordado com o SJSC, o reajuste nos demais salários em 3,99% (também retroativo a maio/17) e a pagarem as diferenças salariais em até duas vezes, iniciando na folha de julho.

Também já estava bastante avançado o entendimento com relação ao piso de 2018 em R$ 2.461,00 e o reajuste dos salários em 1,69% (INPC acumulado até abril/2018). “Mas os patrões se apegam a um entendimento que ignora as deliberações das assembleias dos jornalistas e deixam em banho-maria a validação de diversos outros direitos da categoria”, protesta o presidente do SJSC.

A assembleia em dois turnos, no dia 20 em frente à NSC e no dia 23 na RIC/ND visa consultar a categoria sobre os novos encaminhamentos da campanha salarial.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios