quinta-feira, dezembro 1, 2022
Google search engine
InícioAÇÃO SINDICALSem acordo com patrões, jornalistas de SC recorrem ao MPT para repor...

Sem acordo com patrões, jornalistas de SC recorrem ao MPT para repor perdas

Está marcada para o próximo dia 18 agosto, as 17h, nova rodada da negociação coletiva dos jornalistas de Santa Catarina com mediação do Ministério Público do Trabalho. A participação do órgão que fiscaliza as questões laborais foi pedida pela categoria após o Sindicato dos donos de jornais recusarem em reajustar os salários pelo INPC dos últimos dois anos.

Após seis rodadas de negociação, os trabalhadores decidiram em assembleias rebater os argumentos dos empresários, que alegam perdas de faturamento para não repor o índice de 10,24% referente as data-base 2019-2020 e 2020-2021.

Um levantamento do SJSC revelou que o governo catarinense já empenhou mais R$ 100 milhões em verbas publicitárias paras as empresas de comunicação do estado (afora o faturamento com publicidades de empresas privadas, ALESC, prefeituras e Câmaras Municipais).

Em contrapartida, os trabalhadores sofreram com redução de jornadas e salários e com a perdas da inflação real, que, sabemos, são maiores que os índices oficiais.

A pauta de reivindicações dos jornalistas foi encaminhada ao Sindicato patronal no dia 23 de abril. Entre os pedidos constam o reajuste salarial referente ao INPC do período de maio/19 a abril/20 (2,46%) e de maio/20 a abril/21 (7,59%), reestabelecendo o piso salarial para a jornada de 5 horas em R$ 2.649,38 (retroativo a maio de 2020) e reivindicando piso de R$ 2.900,00 a partir de maio de 2021.

Na rodada de negociação do dia 19 de julho, os representantes do SJSC, na perspectiva de buscar um acordo, propuseram o pagamento parcelado da inflação tanto para os salários quanto para o piso, que ficaria em R$ 2.850,77, mas a proposta também foi rejeitada pelos empregadores. Motivo pelo qual a categoria requisitou ao SJSC a adoção de outras medidas para garantir a reposição inflacionária.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios