InícioNOTÍCIASDocumentário traz novo olhar sobre junho de 2013

Documentário traz novo olhar sobre junho de 2013

Com proposta de abordar com novo olhar jornalístico o impacto das manifestações de 2013 na imprensa carioca, o diretor Guillermo Planel estreia na próxima quinta-feira, 17, o documentário “Abaixando a Máquina 2 – No limite da linha”. O filme traz entrevistas com profissionais da área e apresenta cenas inéditas da tensão entre policiais, manifestantes e repórteres – especialmente os de imagens – que participaram dos protestos.

Após dez anos do lançamento do primeiro “Abaixando a Máquina”, que abordou questões éticas da profissão jornalística, a sequência relembra a morte do cinegrafista Santiago Andrade e faz análise dos movimentos a partir da opinião de jornalistas como Ricardo Boechat e Ascânio Seleme; dos fotógrafos Evandro Teixeira, Domingos Peixoto, Severino Silva e Wilton Junior; de midiativistas como Hare Brasil, Patrick Granja e Elisa Quadros; do Estado, representado pelo secretário de segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame; do político Marcelo Freixo e de manifestantes.

abaixandoamaquina-capa“Em meio ao turbilhão político, a crise dos jornais e ao fortalecimento do midiativismo, o cinegrafista Santiago Andrade é atingido por rojão em frente à Central do Brasil, e essa tragédia pessoal se torna divisor de águas nas manifestações. Nesse momento a opinião pública reage como se também fosse atingida por rojão, e outros limites são colocados em discussão propondo ao expectador nova reflexão sobre os fatos”, afirma Planel.

Realizado pela Ponto de Equilíbrio Imagens e lançado em parceria com a Approach Comunicação e o Canal Brasil, o material entra em circuito no Cine Odeon do Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, com estreia seguida de debate com convidados que participaram do documentário, para que reflitam junto com a plateia sobre as circunstâncias que culminaram nos acontecimentos retratados.

Moderado pelo professor de fotojornalismo da UFF e UFRJ, Dante Gastaltoni, o bate-papo contará com as presenças do fotógrafo do jornal O Globo, Marcelo Carnaval; do ex-fotojornalista do jornal O Dia, Paulo Araújo; do cinegrafista do Jornal Nova Democracia, Patrick Granja; e da criminalista e midiativista do Coletivo Carranca, Hare Brasil. Além disso, o Cine Odeon receberá até 23 de março a exposição “Fé, Luz e Sombras”, do fotógrafo Severino Silva, um dos entrevistados do documentário e que cedeu imagens para o filme.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios