quarta-feira, dezembro 7, 2022
InícioNOTÍCIASProfessores da UFSC fazem lançamento coletivo de livros sobre Jornalismo

Professores da UFSC fazem lançamento coletivo de livros sobre Jornalismo

O evento aconteceu no hall do Palácio Barriga Verde e reuniu jornalistas, professores, estudantes e apreciadores da leitura. Ao todo, foram lançados 12 novos títulos técnicos e teóricos sobre Jornalismo, de autoria de professores de graduação e pós-graduação da UFSC. Entre eles, a vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC), Valci Zuculoto.

As obras lançadas foram: “A Comunicação em Santa Catarina”, de Moacir Pereira; “Reportagem, Pesquisa e Investigação”, de Rogério Christofoletti e Samuel Lima; “Comunicação e Comunidades Virtuais”, de Rita de Cássia Romeiro Paulino; “Telejornalismo Imaginário”, de Antonio Brasil; “Pedagogia e Pesquisa para o Jornalismo que está por vir”, de Eduardo Meditsch; “As entrevistas na notícia de televisão”, de Cárlida Emerim; “Jornalismo Convergente”, de Raquel Longhi; “Fábulas do gol”, de Daisi Vogel; “A transição tecnológica do fotojornalismo”, de Ivan Giacomelli; “O segredo da pirâmide”, de Adelmo Genro Filho (in memoriam); além das obras “No ar: a história da notícia no Brasil” e “A programação das rádios públicas brasileiras”, da professora Valci Zuculoto.

Na primeira obra, Valci analisa a formação do modelo nacional de radiojornalismo, suas origens e a influência do “Repórter Esso”, primeiro noticiário de radio do Brasil que não se limitava a ler as notícias recortadas dos jornais, pois as matérias eram enviadas por uma agência internacional de notícias sob o controle dos Estados Unidos. “Este livro resgate o início do radio e aborda os dias atuais, em que existe um novo modelo de fazer noticias, que já se difere daquele jornalismo feito no passado, mas que ainda preserva muitas raízes”, observa a professora. “Muitas mudanças, no entanto, vêm acontecendo em razão das novas tecnologias”.

Já o segundo título mostra como é possível fazer um rádio diferenciado do comercial, além de abordar a história da rádio pública no Brasil e a carência de políticas públicas que aflige o setor, instigando um debate sobre a contribuição para um “modelo brasileiro” de rádio pública em busca da democracia da comunicação. Em um diagnóstico detalhado da origem e da evolução das emissoras públicas brasileiras, a autora descreve e analisa as influências, diretrizes e concepções que determinaram as suas programações.

Kalyne Carvalho, com informações da Alesc

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios