InícioNOTÍCIASPatrões esnobam mais uma vez os trabalhadores

Patrões esnobam mais uma vez os trabalhadores

Os representantes patronais dos Sindicatos das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas e das Empresas de Rádio e TV deram mais um bolo nos jornalistas não comparecendo a reunião de negociação marcada pela segunda vez. A proposta de acordo salarial foi entregue aos sindicatos no dia 13 de abril e a primeira reunião marcada pela Delegacia Regional do Trabalho foi no dia 28 do mesmo mês. Ninguém apareceu.

Neste dia 5 de maio, depois de novos contatos por parte da DRT, era para ter acontecido finalmente a reunião, mas, outra vez, os representantes patronais decidiram apostar na enrolação. O advogado do Grupo RBS, Ari Cauduro dos Santos, veio para a reunião, mas, apesar de fazer parte do grupo negociador pelo lado dos patrões, disse que não poderia discutir sozinho.

Já o Sindicato das Empresas de Rádio e TV foi bem enfático na sua ausência. Enviou uma carta, redigida e assinada pelo advogado Marco Antônio Silveira, possivelmente assessor da entidade, na qual dizia que nas empresas de Rádio e TV não havia qualquer pessoa física que fosse jornalista e que todos os funcionários já estavam acertados via acordo de radialistas. Assim, diz o advogado, o sindicato não teria nada a negociar.

A presidente do Sindicato das Empresas de Jornais e Revista, Isabel Baggio, nem se dignou a mandar carta. Segundo o advogado da RBS ela estaria viajando e não priorizou o encontro de negociação. Co esta atitude dos patrões, os jornalistas entrarão em maio sem qualquer reajuste nos salários e isso certamente merece uma boa mobilização.

A próxima reunião de negociação ficou marcada para o dia 21 de maio e até lá é fundamental que os trabalhadores fiquem antenados no que acontece, para que no dia 21 possa se ter algum acordo encaminhado. Somente com os jornalistas mobilizados poderemos avançar. Então, mexam-se. Usem camisetas de luta, conversem com os colegas, façam circular a rádio corredor. O sindicato, pelo seu lado, vai realizar atividades de mobilização. Acompanhe tudo pela página ou pelo twitter e participe das ações.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios