InícioNOTÍCIASEspecialistas debatem cobertura jornalística e direito de defesa em evento na UFSC

Especialistas debatem cobertura jornalística e direito de defesa em evento na UFSC

Cobertura jornalística e direito de defesa, erros jornalísticos, importância e novos desafios da profissão são alguns dos temas do seminário que o Observatório da Ética Jornalística promove no próximo dia 7 de outubro, no Auditório da Biblioteca Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis.

Como parte da comemoração dos seus sete anos de existência, o objETHOS convidou especialistas para duas sessões temáticas. A primeira, “Crítica de Mídia: balanços, métodos e desafios”, com início às 9 horas, terá a participação dos professores doutores Carlos Camponez (Universidade de Coimbra, Portugal), Samuel Lima (objETHOS) e Gislene Silva (Grupo de Pesquisa Críticas de Mídias e Práticas Culturais, USP/UFSC).

A segunda sessão (“Olhar crítico: a cobertura jornalística e o direito de defesa no Brasil”), que começa às 14 horas, é uma parceria com Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo(ABRAJI). Com a mediação do professor Rogério Christofoletti, os advogados criminais Rodrigo Dall’Acqua e Renato Boabaid, que representam o Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), debatem com o jornalista Marcelo Träsel, da diretoria da ABRAJI.  A ideia é promover uma reflexão sobre a temática a partir do olhar crítico de quem atua na área, de profissionais do jornalismo e de pesquisadores e observadores de mídia.

 

Sobre o objETHOS

O projeto Observatório da Ética Jornalística (objETHOS) é uma realização do Departamento de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (Posjor) da Universidade Federal de Santa Catarina e tem por objetivo acompanhar e monitorar a ética praticada por jornalistas e meios de informação, desenvolvendo investigações para teses, dissertações e estudos específicos sobre ética jornalística, crítica de mídia, identidade profissional, tecnologias associadas ao jornalismo, novos modelos de negócio e de produção jornalística, mídia independente, e novas configurações do ecossistema informativo. Com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão da UFSC, da Capes e do CNPq, o objETHOS disponibiliza em seu site estudos sobre condutas e valores no jornalismo, com ênfase nas reflexões sobre ética profissional e deontologia, além de resenhas de filmes, papers e relatos de pesquisa, e-books, vídeos, entrevistas, códigos de ética e outros materiais.

 

Sobre os participantes do evento

Gislene Silva

Professora do Programa de Pós-Graduação e do Departamento em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutora em Ciências Sociais/Antropologia pela Pontifícia Universidade de São Paulo (PUC-SP). Autora do livro O sonho da casa no campo: jornalismo e imaginário de leitores urbanos (Ed. Insular). Líder do Grupo de Pesquisa Crítica de Mídia e Práticas Culturais. Bolsista de produtividade do CNPq. Acaba de retornar da Espanha, onde fez seu pós-doutorado sobre crítica de mídia na Universidad Complutense de Madrid.

Samuel Lima

Jornalista e doutor em Mídia e Teoria do Conhecimento (UFSC). Foi professor da Universidade de Brasília (UnB) de 2009 a 2016. É professor de jornalismo na UFSC. Um dos coordenadores do “Perfil profissional do jornalismo brasileiro”, integra o projeto “Journalistic Role Performance Around the Globe – Etapa Brasil” e a pesquisa “Governança Social, Produção e Sustentabilidade para um jornalismo de novo tipo”. Pesquisador do Laboratório de Sociologia do Trabalho (LASTRO/UFSC) e do objETHOS. Autor e co-organizador de vários livros, entre eles Perfil do Jornalista Brasileiro (2013). Em 2016, lançou Jornalismo, Crítica e Ética, organizado com Francisco José Castilhos Karam.

Carlos Camponez

Professor auxiliar da Faculdade de Letras e diretor do 1º Ciclo em Jornalismo e Comunicação da Universidade de Coimbra (Portugal). É coordenador do grupo de pesquisa Comunicação, Jornalismo e Espaço Público do Centro de Estudos Interdisciplinares do Séc. XX (Ceis20). É pesquisador de ética profissional e autor de Deontologia do Jornalismo – A autorregulação frustrada dos jornalistas portugueses, entre outros livros.

Marcelo Träsel 

Jornalista, mestre em Comunicação e Informação (UFRGS) e doutor em Comunicação Social (PUCRS). Atua como professor adjunto no departamento de Jornalismo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Integra a diretoria da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI) desde 2014.

Rodrigo Dall’Acqua
Advogado criminal. Formado em 1999 pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), tem especialização em Direito Penal Econômico, Internacional e Europeu pelo Instituto de Direito Penal Económico e Europeu da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e em Direito Ambiental pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). É diretor do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) e membro da Comissão de Estudos da Concorrência e Regulação Econômica da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo, do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim), do Comitê Jurídico da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e do Instituto Brasileiro de Estudos de Concorrência, Consumo e Comércio Internacional (IBRAC).
Renato Boabaid
Advogado criminal. Graduado pela Universidade do Vale do Itajaí – Campus Biguaçu/SC, 2002-1. Formado pela Escola Superior da Magistratura de Estado de Santa Catarina – ESMESC – 2002/2003. Atual VICE-PRESIDENTE da AACRIMESC – Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de Santa Catarina, na gestão 2014 a 2017. Sócio do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM – desde 2009, nomeado em fevereiro de 2013, como Coordenador Estadual do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM – para o Estado de Santa Catarina, 17ª COODENADORIA ESTADUAL. Membro efetivo da Comissão de Assuntos Prisionais da Capital da Ordem dos Advogados de Santa Catarina, desde 2010.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios