quarta-feira, dezembro 7, 2022
InícioFENAJPara FENAJ projeto que regula direito de resposta ainda é insuficiente

Para FENAJ projeto que regula direito de resposta ainda é insuficiente

Aprovado no Senado no dia 18 de setembro, o PLS 141/2011, de autoria do senador Roberto Requião (PMDB-PR), que disciplina o exercício do direito de resposta e tramita agora na Câmara dos Deputados, tem, para a FENAJ, o mérito de reascender o debate sobre o tema. A entidade, no entanto, considera-o insuficiente para regular democraticamente as relações entre os veículos, os jornalistas e a sociedade.

Com a extinção da Lei de Imprensa (Lei 5.250/67) pelo STF, em 2009, criou-se um vácuo jurídico onde não há regulamentação específica para tratar dos chamados “crimes de imprensa”. Com isso, no julgamento de ações desta natureza, os juízes apoiam-se na legislação ordinária e adotam os procedimentos que considerarem melhor.

Para o presidente da FENAJ, Celso Schröder, a preocupação do senador Roberto Requião com uma maior agilidade no direito de resposta é válida. “O problema maior é que expõe os jornalistas, pequenos jornais e blogs a um processo de judicialização que na prática inibirá o próprio exercício do jornalismo, considera.

“É preciso mais, é preciso um rito específico, próprio para regular as relações entre os veículos, os jornalistas e a sociedade, caso contrário o que estará em risco é a própria liberdade de imprensa”, sustenta Schröder. Ele lembra que há diversos projetos com conteúdos semelhantes ao de Requião tramitando no Congresso Nacional. A FENAJ defende a aprovação de uma nova e democrática Lei de Imprensa para o Brasil.

Na concepção da Federação, o substitutivo ao PL 3.232/92, que foi resultado de muitos debates e consultas e está pronto para votação desde 1997, é a proposta mais avançada sobre o tema. “O grande mérito da proposta aprovada agora no Senado é oportunizar o questionamento: por quê um projeto que está pronto há 16 anos não vai a voto?”, observa Schröder.

Fonte: FENAJ

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios