Inicial / DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA / Intervenção de Temer na EBC é tema de debate na UFSC

Intervenção de Temer na EBC é tema de debate na UFSC

Os recentes ataques do governo interino de Michel Temer à Empresa Brasil de Comunicação (EBC) foram debatidos na UFSC na terça-feira (28/06). Com o tema “A EBC sob Ameaça”, o encontro reuniu jornalistas, estudantes e ativistas da democratização da comunicação.

Aderbal Filho, presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina, Itamar Aguiar, professor do departamento de Sociologia Política da UFSC, e o professor Fernando Paulino, da UnB (via teleconferência), foram os debatedores. O diálogo foi mediado pelo professor Rogério Christofoletti, do curso de Jornalismo da UFSC.

Paulino fez  uma retrospectiva histórica da comunicação pública no Brasil e da própria EBC, empresa pública criada em 2007 e que faz a gestão da TV Brasil, TV Brasil Internacional, Agência Brasil, Portal EBC, Radioagência Nacional e do sistema público de Rádio – composto por oito emissoras. Além de seus veículos de comunicação, a EBC lidera uma rede de televisões, chamada de Rede Pública de Televisão, com mais de 40 parceiras..

Aderbal Filho, do SJSC, relembrou a história do movimento pela democratização das comunicações no Brasil e o papel central da 1ª Conferência Nacional de Comunicações (Confecom) como acúmulo importante na questão da comunicação pública no país.

Aguiar destacou como a intervenção na EBC afeta a TV UFSC, emissora ligada à universidade afiliada à TV Brasil. Defendeu o legado da empresa que, apesar de limitado, foi a experiência mais avançada em solo brasileiro, em sua percepção.

Na segunda-feira (04/07), novos convidados se reúnem para debater especificamente a questão da TV UFSC com a comunidade.

O ciclo de debates sobre comunicação pública na UFSC é uma realização da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC), Departamento de Jornalismo da UFSC, Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC e conta com apoio da Rádio Ponto e do Observatório da Ética Jornalística (Objethos).

Tente também

Um golpe por dia: 365 direitos perdidos

O documento Alerta Social. Qual direito você perdeu hoje?, iniciativa de ativistas, pesquisadores, especialistas, gestores, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: