InícioNOTÍCIASAcre é sede do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas

Acre é sede do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas

Pela primeira vez na região amazônica, jornalistas, professores e estudantes de Jornalismo do Brasil, América Latina e demais países estarão reunidos do dia 7 a 11 de novembro para participar do 35º Congresso Nacional dos Jornalistas. Sugerindo um tema inédito: Os Desafios do Jornalismo e sua Contribuição para o Desenvolvimento Sustentável, a capital Rio Branco, no Acre, foi escolhida para sediar o evento e concentrar debates, oratórias e oficinas que tratarão do compromisso e da responsabilidade do Jornalismo no enfrentamento das problemáticas ambientais.

O evento acontece bianualmente e a expectativa para este ano da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) é de receber cerca de 300 participantes em Rio Branco/AC. De acordo com o presidente da Fenaj, Celso Schröder, esta edição reserva novidades. “O tema é diferente, a cidade é simbólica, devido às lutas, de preservação do meio ambiente, vivenciadas pelo povo daquela região. Vamos debater e saber a opinião dos jornalistas brasileiros sobre o seu papel social a favor da sustentabilidade”, diz.

O Congresso contará com a participação de especialistas e jornalistas profissionais com profundo conhecimento na área do meio ambiente e temas correlatos. Dentre esses, estarão: Denise Hamu, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), senador Jorge Viana (Relator do novo Código Florestal), Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

O estado do Acre e sua capital, Rio Branco, se destacam internacionalmente devido ao histórico de embates ambientais, que impactaram em transformações na região em busca do desenvolvimento sustentável. É trabalhando este conceito que a diretora do Sindicato dos Jornalistas do Acre, Jane Vasconcelos, faz um alerta aos jornalistas sobre a responsabilidade dos profissionais em informar à sociedade dos impactos ambientais provocados por fenômenos, como a industrialização, globalização, consumo, entre outros. “Nós acreanos temos características da preservação. O tema proposto está interligado. Interessa não somente para o Jornalismo ambiental, mas a todos os profissionais atuantes nos variados veículos de comunicação, desde editorias da cidade, bem como política, esporte e economia, aos jornalistas da fotografia, assessores de imprensa, estudantes e professores. Precisamos da atuação de todos para manter o planeta vivo”, alerta.

Debates mais intensos sobre as lutas centrais dos jornalistas brasileiros serão travados em três plenárias. Nelas os delegados do 35º CNJ se posicionarão sobre 17 eixos temáticos, em defesa da profissão e o futuro do Jornalismo no Brasil, reafirmando a necessidade da profissão para a democracia, conforme ressalta Schröder, presidente da Fenaj: “Neste momento de culminância dos estados, abordaremos a defesa do diploma para jornalistas, piso nacional, segurança na profissão, democratização da comunicação, entre outras matérias correlatas”. O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina será representado no evento por cinco jornalistas delegados e uma delegada estudante, indicados no 6º Congresso Estadual dos Jornalistas de SC.

Organização: Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj)
Local: Condomínio Fecomércio Acre – Av. Getúlio Vargas, 2473 – Bosque
Data: 7 a 11 de novembro de 2012
Para mais informações acesse o site do evento: www.35congressodosjornalistas.org.br

Kalyne Carvalho
Assessora de imprensa – Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios