0,00 BRL

Nenhum produto no carrinho.

SJSC participa da entrega do prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental

SJSC participa da entrega do prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental

27/09/2011- O jornalista Valmor Fritsche cumpriu nesta terça-feira, 27/09, seu primeiro compromisso oficial como presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC), ao prestigiar a solenidade de divulgação dos vencedores do 4º Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental. Apenas uma hora após ter assumido formalmente o Sindicato, Valmor participava, no auditório da ACI completamente lotado de jornalistas, da cerimônia de premiação. Junto ao presidente estavam os diretores Marcelo Passamai, Celso Vicenzi e Sérgio Murillo de Andrade.
Valmor cumprimentou os participantes, parabenizando os profissionais que conquistaram os prêmios e estimulando os jornalistas de todo o estado a continuarem fazendo um trabalho competente e reconhecido publicamente. “É muito importante para nós jornalistas confirmar que há tantos excelentes profissionais e reportagens de tanta qualidade em todas as regiões do estado e em veículos de características tão diversas”, destacou o presidente do SJSC, saudando os representantes das entidades promotoras e apoiadoras do prêmio. Foram 110 trabalhos inscritos.

Premiados
As jornalistas Rosana Rosar, do Notícias do Dia de Joinville, e Deluana Buss, da TVAL, foram as grandes vencedoras do quarto Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental. Cada uma recebeu R$ 5 mil como prêmio.
Rosana foi premiada na categoria jornalismo impresso, com a reportagem “Doenças que vêm do descaso”. Na matéria, ela abordou a falta de cobertura de saneamento básico e o aumento dos gastos públicos com a saúde. “É um relato de todas as doenças causadas pela falta de saneamento básico com base no que vivenciamos em Joinville”, explica.

Na categoria telejornalismo, a vencedora foi Deluana Buss, da TVAL, da Assembleia Legislativa. A reportagem “Energia do futuro no Morro da Queimada” retrata a iniciativa de uma comunidade carente da Capital, que investiu na produção de aquecedores solares feitos com garrafas plásticas e caixas de leite, gerando emprego e renda à comunidade e contribuindo com a preservação ambiental.

Menções honrosas
Os vencedores das duas menções honrosas por categoria, com o prêmio de R$ 1,5 mil para cada trabalho, foram os jornalistas Maurício Frighetto, do Diário Catarinense e Taísa Rodrigues, de A Notícia, na categoria impresso. Naim Campos, da RBS-TV e Emanuel Vicenzi, da Epagri TV, venceram na categoria telejornalismo.

Prêmos regionais
A FATMA também distribuiu prêmios regionais. Veja a lista completa.

Regional Florianópolis: Maurício Frighetto, do jornal Diário Catarinense, com a reportagem “Litoral catarinense em alerta”

Regional Joinville: Rosana Rosar, do Notícias do Dia, com a reportagem “Doenças que vêm do descaso”

Regional Itajaí: Dagmara Spautz, Jornal de Santa Catarina, com a reportagem “Esperança para as Tartarugas”

Regional Blumenau: Carina Machado, Aline Camargo e Taiana Eberle, do jornal Município-dia-a-dia, de Brusque, com a reportagem “Olhos anônimos que cuidam do rio”

Regional Lages: Pablo Gomes, jornal Diário Catarinense, com a reportagem “Bate-papo com o frio”

Regional Criciúma: Empatadas as jornalistas Milena Nandi, do jornal A Tribuna, com a reportagem Novas práticas de sustentabilidade, e Fernanda Rodrigues, do Jornal da Manhã, com reportagem sobre as Fundações ambientais.

Regional Tubarão: Daiane Fernandes, do jornal Folha do Vale, do município de Braço do Norte, com reportagem “A arte de transformar o lixo em luxo”

Regional Joaçaba: Ana Paula Roncaglio, de O Jornal, de Concórdia, com a reportagem “Interior pede socorro, fiscalização pede ajuda”

Regional São Miguel do Oeste: Keli Fernandes, do jornal Folha do Oeste, com reportagem sobre o Diagnóstico do saneamento.

O Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental é promovido pela Fundação do Meio Ambiente (FATMA), com patrocínio da Tractebel Energia e com apoio da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), Associação dos Diários do Interior (ADI), Associação dos Jornais do Interior (Adjori), Associação Catarinense das Emissoras de Rádio e TV (Acaert) e Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Santa Catarina.

Matérias semelhantes

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais lidas

%d blogueiros gostam disto: