InícioNOTÍCIASReajuste de 15% no piso salarial é uma das conquistas da negociação...

Reajuste de 15% no piso salarial é uma das conquistas da negociação coletiva

A assinatura da Convenção Coletiva 2012/2013, nesta terça-feira (28/8), consagrou o melhor acordo dos últimos tempos no Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina. O significativo aumento do piso em 15% – que passa de R$ 1.395,28 para R$ 1.535,00 (retroativo a 1º de maio de 2012) e a partir de 1º de janeiro de 2013 para R$ 1.600,00 – foi o maior conquistado pela categoria nacionalmente neste ano. A Convenção, com 39 cláusulas, já foi encaminhada para homologação na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego/SC.

Além do maior aumento de piso salarial dos jornalistas no país em 2012, e do reajuste de 5,5% nos salários superiores a este patamar, foram incluídas 5 novas conquistas na convenção da categoria (Contrato de Experiência, Programa de Estágio Acadêmico da FENAJ, Ausência Justificada Matrimônio, Relação de Jornalistas e Auxílio Funeral).

Também houve melhorias em cláusulas como a de Serviços Inadiáveis, Livre Acesso do SJSC aos Locais de Trabalho, Participação em Congressos/Seminários, Exemplar do Sindicato/Oeste, Espaços Gratuitos e Comissão Paritária. Entre estas, o maior destaque é o aumento de 20% no Auxílio Educação Infantil (creche), que passa para R$ 150 e com extensão para crianças de até 5 anos de idade (antes, o benefício era assegurado para as mães de crianças com até 3 anos).

Ficaram mantidas, conforme a CCT anterior, as cláusulas de Vigência e Data-base, Abrangência, Data de pagamento, Compensação, Admitidos após a data-base, Salário substituto, Comprovantes de pagamento, Salário substituição, Horas extras, Diárias de viagem, Seguro viagem, Transporte noturno, Gratificação de aposentadoria, Novas técnicas e equipamentos, Equipamento fotográfico, Pré-aposentadoria, Transporte, Férias, Desconto em folha, Taxa de reforço, Quadro de avisos, Liberação de dirigentes, Multa por descumprimento e Prevalência do acordado.

“As negociações foram muito duras, como tem ocorrido nas campanhas salariais da categoria em outros estados”, observa Valmor Fritsche, presidente do SJSC. “Mas, ao final, o acordo foi muito expressivo”, complementa.

Embora considere que as condições salariais e de trabalho dos jornalistas em Santa Catarina ainda precisem evoluir bastante, Valmor aponta avanços. Além da evolução em cláusulas econômicas e sociais, ele ressalta outra conquista: a retirada do famigerado Banco de Horas da nossa convenção coletiva.

Após a homologação da CCT 2012/2013 pelo SRTE/SC, o Sindicato dos Jornalistas publicará o texto no site da entidade, bem como viabilizará uma versão impressa do documento completo. “É importante que todos saibam quais os seus direitos e ajudem a fiscalizar o efetivo cumprimento da Convenção”, destaca Valmor.

O acordo tem efeito retroativo a 1º de maio de 2012. As empresas têm até o quinto dia útil do mês de outubro para incluir os impactos econômicos na folha de pagamento, inclusive as diferenças salariais, embora algumas delas já estejam tomando providências para fazê-lo na folha que sai no início de setembro, ou em folha suplementar.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios