segunda-feira, dezembro 5, 2022
InícioNOTÍCIASProtestos contra atraso de salário causam demissões de jornalistas em Foz do...

Protestos contra atraso de salário causam demissões de jornalistas em Foz do Iguaçu

Quase dois meses após a paralisação dos funcionários de A Gazeta do Iguaçu, o jornal de Foz do Iguaçu demitirá jornalistas que participaram do protesto. A direção do jornal confirmou a dispensa de pelo menos três profissionais que integraram o movimento.

A manifestação foi deflagrada em 16/12/2009 por causa dos atrasos no pagamento dos salários e da segunda parcela do 13º. Dos 16 trabalhadores da redação, 12 aderiram à paralisação, denunciando o descontentamento de repórteres e revisores pelo descaso da direção da empresa em relação aos trabalhadores. À época, não apenas os jornalistas, mas os demais trabalhadores — cerca de 50 — sofriam transtornos pela falta de compromisso da direção. Problemas como o corte de serviços básicos como luz e água os funcionários do jornal tiveram que enfrentar, situação que incentivou ainda mais o protesto.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor) pediu publicamente em sua página que as demissões sejam revistas. A Gazeta do Iguaçu descumpriu o que havia garantido, que era respeitar o direito de protesto dos trabalhadores. O Sindijor informou que está acompanhando os desdobramentos da paralisação de dezembro e vai combater o descumprimento dos artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) que garantem direitos aos trabalhadores.

Fonte: Sindijorpr

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios