InícioNOTÍCIASProtestos contra atraso de salário causam demissões de jornalistas em Foz do...

Protestos contra atraso de salário causam demissões de jornalistas em Foz do Iguaçu

Quase dois meses após a paralisação dos funcionários de A Gazeta do Iguaçu, o jornal de Foz do Iguaçu demitirá jornalistas que participaram do protesto. A direção do jornal confirmou a dispensa de pelo menos três profissionais que integraram o movimento.

A manifestação foi deflagrada em 16/12/2009 por causa dos atrasos no pagamento dos salários e da segunda parcela do 13º. Dos 16 trabalhadores da redação, 12 aderiram à paralisação, denunciando o descontentamento de repórteres e revisores pelo descaso da direção da empresa em relação aos trabalhadores. À época, não apenas os jornalistas, mas os demais trabalhadores — cerca de 50 — sofriam transtornos pela falta de compromisso da direção. Problemas como o corte de serviços básicos como luz e água os funcionários do jornal tiveram que enfrentar, situação que incentivou ainda mais o protesto.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor) pediu publicamente em sua página que as demissões sejam revistas. A Gazeta do Iguaçu descumpriu o que havia garantido, que era respeitar o direito de protesto dos trabalhadores. O Sindijor informou que está acompanhando os desdobramentos da paralisação de dezembro e vai combater o descumprimento dos artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) que garantem direitos aos trabalhadores.

Fonte: Sindijorpr

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios