segunda-feira, dezembro 5, 2022
InícioEleições da FENAJComissão Eleitoral Nacional conclui apuração da eleição da FENAJ e confirma vitória...

Comissão Eleitoral Nacional conclui apuração da eleição da FENAJ e confirma vitória da Chapa 1

A Comissão Eleitoral Nacional concluiu nesta segunda-feira (22/07) a apuração para a eleição da FENAJ, realizada de 16 a 18 de julho. Para a direção da Federação foi eleita a Chapa 1 – Sou jornalista, Sou FENAJ!, presidida por Celso Schröder, e para a Comissão Nacional de Ética foram eleitos os jornalistas Sérgio Murillo de Andrade, Elizabeth Costa, Angela Marinho, Beatriz Barbosa e Mário Messagi Jr.

Participaram do processo 4365 jornalistas. Para a direção da FENAJ foi eleita a Chapa 1 “Sou Jornalista, Sou FENAJ”, com 2.524 votos. A chapa 2 “Luta FENAJ” obteve 1.393 votos. Foram registrados, ainda, 80 votos nulos, 107 votos em branco e 261 votos foram anulados.

Não foi realizada a eleição no Mato Grosso e Maranhão. E embora tenha valorizado o esforço de realização da eleição na Bahia e em Rondônia, a Comissão Eleitoral Nacional não computou o resultado nos dois estados. No primeiro caso porque o critérios para definição dos sócios aptos foi diferente do definido no Regimento Eleitoral da FENAJ. E no segundo porque a ata não foi enviada em tempo hábil.

Para a Comissão Nacional de Ética, os 5 candidatos mais votados foram Sérgio Murillo de Andrade (1542 votos), Elisabeth Costa (1502), Angela Marinho (1302),
Beatriz Barbosa (1230) e Mário Messagi Jr. (1144).

A planilha para acompanhamento da eleição para a diretoria da FENAJ em cada Sindicato está disponível aqui. Já para conferir a apuração geral para a Comissão Nacional de Ética, clique aqui.

A posse da nova direção ocorrerá durante o XIX ENJAI, que será no Rio de Janeiro, de 22 a 25 de agosto.

Em pronunciamento emitido na sexta-feira, quando a apuração paralela já apontava a vitória da Chapa 1, o presidente reeleito da FENAJ, Celso Schröder, em nome da nova direção, agradeceu “o apoio de milhares de jornalistas que mobilizaram-se para garantir esta eleição direta, que nos orgulha por ser a FENAJ a única, tanto entre as federações de trabalhadores brasileiros, como nas organizações de jornalistas em nível mundial, a radicalizar a democracia e submeter-se à decisão direta da base”.

Na mensagem, Schröder também dirigiu-se à sociedade brasileira “para que, nestes momentos importantes e desafiadores à nossa jovem e custosa democracia, defenda a atividade jornalística como um patrimônio que não só custou vidas e liberdade de diversos jornalistas, mas também o sacrifício de centenas de brasileiros”.

Fonte: FENAJ

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios