InícioNOTÍCIASExército dos Estados Unidos expulsa jornalistas de aeroporto no Haiti

Exército dos Estados Unidos expulsa jornalistas de aeroporto no Haiti

O exército dos Estados Unidos expulsou os jornalistas estrangeiros que estavam no aeroporto de Porto Príncipe, no Haiti, sem dar qualquer tipo de explicações. De acordo com enviados de vários órgãos espanhóis, os militares deram um prazo para que os profissionais da imprensa abandonassem o local.

“A gestão das instalações aeroportuárias pelos militares dos Estados Unidos suscitou polêmica depois de a ONG francesa Médicos Sem Fronteiras ter denunciado que impediram a aterrissagem de vários dos seus aviões”, informou Fran Sevilla, enviado da Rádio Televisão Espanhola.

Segundo relata Sevilla, os soldados informaram que os jornalistas que tinham “três horas” para sair do acampamento da Agência Espanhola para a Cooperação Internacional e Desenvolvimento (AECID). “Chegaram três membros da Armada norte-americana que de forma pouco protocolar nos convidaram a abandonar o aeroporto, afirmando que depois das 08h não poderia ficar nenhum jornalista no local”, contou.

Depois que o exército norte-americano tomou o controle do aeroporto da cidade e reforçou a segurança, os jornalistas denunciaram o caso e esperam ajuda. “Os jornalistas denunciaram essa decisão e esperam que alguns governos que apoiam as operações de resgate e ajuda humanitária tratem deste assunto com o primeiro-ministro do Haiti, Jean Max Bellerive”, afirma o diário La Crónica de Hoy, do México.

Fonte: Comunique-se e agências internacionais.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios