sábado, dezembro 3, 2022
InícioNOTÍCIASHomem armado entra no prédio do Diário Catarinense e ameaça jornalistas

Homem armado entra no prédio do Diário Catarinense e ameaça jornalistas

Um clima tenso rondou a Rodovia José Carlos Daux, 4190, em Florianópolis, na tarde de segunda-feira (17). Um homem armado entrou no prédio do Diário Catarinense ameaçando os jornalistas a “cuidarem com o que escrevem”. Os profissionais reclamam que o comando da redação não prestou nenhum esclarecimento e pedem mais segurança. A direção da empresa minimizou o fato, afirmando tratar-se de um desequilibrado.

Segundo jornalistas que presenciaram a situação, por volta das 17 horas um homem entrou no prédio e, ao tentar passar pela Portaria e ser barrado por um segurança, levantou a camisa, mostrando uma pistola na cintura, e disse “vim avisar pra vocês cuidarem do que escrevem”. A polícia foi acionada, o indivíduo foi retirado do prédio e a direção da empresa registrou um boletim de ocorrência.

A informação vazou e profissionais de outros veículos buscaram esclarecer os fatos, pois segundo versões, tratava-se de alguém ligado ao tráfico de armas. “Quando o cara estava junto do segurança, falou em ‘comando’”, revelou uma fonte.

Questionado pelo Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina, o Departamento Jurídico da empresa minimizou o fato. “Não teve nada de armas, nós vimos as imagens, tratou-se de alguém que entrou no prédio fumando, o que é proibido, reagiu e foi retirado”, disse a Coordenadora Jurídica na Grupo RBS no estado, Aglaê de Oliveira. Segundo ela, o indivíduo foi identificado. “É visto frequentemente na região e trata-se de um desequilibrado”, completou, sustentando que a informação passada ao SJSC “foi um exagero”.

Nesta terça-feira (18), a Portaria do prédio já contava com mais um segurança. Mas profissionais da redação consideram que isso é pouco, que não há qualquer exagero e que várias pessoas viram o indivíduo mostrando a arma. “Se é um desequilibrado, pior ainda, pois pode ser muito mais perigoso”, comentou um deles. “E nossa insegurança é grande, porque a catraca da Portaria está quebrada e porque qualquer um tem acesso livre à garagem do prédio”, completou.

O Sindicato dos Jornalistas continuará acompanhando o caso e cobra da direção da RBS o esclarecimento dos fatos e medidas mais efetivas para garantir a segurança dos jornalistas.

RELATED ARTICLES

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios