InícioNOTÍCIASHomem armado entra no prédio do Diário Catarinense e ameaça jornalistas

Homem armado entra no prédio do Diário Catarinense e ameaça jornalistas

Um clima tenso rondou a Rodovia José Carlos Daux, 4190, em Florianópolis, na tarde de segunda-feira (17). Um homem armado entrou no prédio do Diário Catarinense ameaçando os jornalistas a “cuidarem com o que escrevem”. Os profissionais reclamam que o comando da redação não prestou nenhum esclarecimento e pedem mais segurança. A direção da empresa minimizou o fato, afirmando tratar-se de um desequilibrado.

Segundo jornalistas que presenciaram a situação, por volta das 17 horas um homem entrou no prédio e, ao tentar passar pela Portaria e ser barrado por um segurança, levantou a camisa, mostrando uma pistola na cintura, e disse “vim avisar pra vocês cuidarem do que escrevem”. A polícia foi acionada, o indivíduo foi retirado do prédio e a direção da empresa registrou um boletim de ocorrência.

A informação vazou e profissionais de outros veículos buscaram esclarecer os fatos, pois segundo versões, tratava-se de alguém ligado ao tráfico de armas. “Quando o cara estava junto do segurança, falou em ‘comando’”, revelou uma fonte.

Questionado pelo Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina, o Departamento Jurídico da empresa minimizou o fato. “Não teve nada de armas, nós vimos as imagens, tratou-se de alguém que entrou no prédio fumando, o que é proibido, reagiu e foi retirado”, disse a Coordenadora Jurídica na Grupo RBS no estado, Aglaê de Oliveira. Segundo ela, o indivíduo foi identificado. “É visto frequentemente na região e trata-se de um desequilibrado”, completou, sustentando que a informação passada ao SJSC “foi um exagero”.

Nesta terça-feira (18), a Portaria do prédio já contava com mais um segurança. Mas profissionais da redação consideram que isso é pouco, que não há qualquer exagero e que várias pessoas viram o indivíduo mostrando a arma. “Se é um desequilibrado, pior ainda, pois pode ser muito mais perigoso”, comentou um deles. “E nossa insegurança é grande, porque a catraca da Portaria está quebrada e porque qualquer um tem acesso livre à garagem do prédio”, completou.

O Sindicato dos Jornalistas continuará acompanhando o caso e cobra da direção da RBS o esclarecimento dos fatos e medidas mais efetivas para garantir a segurança dos jornalistas.

RELATED ARTICLES

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios