segunda-feira, dezembro 5, 2022
InícioNOTÍCIASDia do jornalista, dia de comemorar

Dia do jornalista, dia de comemorar

No último período, a profissão de Jornalista passa por intensas dificuldades, relativas a validade ou não do diploma do curso superior. Essa questão não coloca apenas em cheque a qualidade da profissão, que teria como aporte o mundo universitário, mas também desestabiliza os critérios para uma definição dos limites profissionais e regulamentação do ofício.

Talvez essa polêmica, aliada ao número de profissionais formados na área e as dificuldades de inserção no mercado de trabalho, sejam, ao meu ver, os grandes desafios a serem superados pelos jornalistas brasileiros, enquanto categoria. Aliás a própria questão da organização dos trabalhadores jornalistas também seria um excelente temas a ser desenvolvido, nesta data tão importante para aqueles que vivem desta profissão.

No entanto, penso que, ademais todas as barreiras que ainda precisam ser transpostas por nós, a data de hoje, 07 de abril, precisa ser comemorada com os olhos voltados ao resgate da história do jornalismo do século XX, com suas conquistas e com os desafios a serem superados, de forma e conteúdo, no exercício da nossa profissão.

Por mais que vivamos num arquétipo de democracia, muitos de nós passaram por momentos de dificuldades e até mesmo de terror para garantir os direitos de liberdade de imprensa, do pensamento e da expressão. De fato, esses termos hoje são confundidos por aqueles que defendem a não obrigatoriedade do diploma, dizendo que formalizar a profissão é cercear a liberdade de expressar-se. O fato é que essa afirmação é uma inverdade, ao passo que, a profissão trata de especialidade técnica e não impede que todos possam comunicar-se através dos mais diversos meios de comunicação, expressando suas próprias opiniões.

O que vale resgatar é que, a categoria dos jornalistas foi, ao longo da história brasileira, uma importante parcela social, que lutou pela defesa dos direitos democráticos, da liberdade intelectual e de expressão. Unidos a diversos setores, foram perseguidos, torturados e resitiram, nos momentos mais conservadores, pelos quais o jovem Brasil republicano passou.

Olhar a História com os olhos seculares é entender que, por mais difícil que seja o momento que a nossa profissão enfrenta, a história provou que somos filhos da superação e devemos nos orgulhar da escolha que fizemos. Informação, formação de opinião, respeito a pluralidade de idéias. Todos elementos que devem compor o Jornalismo e fatores preponderantes para a construção de uma nação justa, igualitária e consciente.

Uma sociedade sem jornalistas é uma sociedade que não conta sua história através do cotidiano. Por isso, cientes da nossa parcialidade, frente ao mundo que vivemos, procuremos honrar a nossa profissão, construir a democracia e comemorar com orgulho a história de nossos antecessores.

* Clarissa é jornalista formada.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios