sábado, dezembro 10, 2022
InícioNOTÍCIASSindicato trabalha para manter exigência do diploma no serviço publico estadual

Sindicato trabalha para manter exigência do diploma no serviço publico estadual

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina avaliou como positiva a primeira semana de atividades junto aos deputados estaduais para assegurar que a formação superior em jornalismo seja exigida para o exercício das atividades no serviço público estadual. “Nosso empenho, assim como o trabalho incansável de parlamentares e de colegas jornalistas, que também desejam o melhor para a sociedade, deve pavimentar a validade do PL 063/2010″, disse Rubens Lunge. Ele convocou os críticos aos métodos da direção do Sindicato a também trabalharem pela aprovação do Projeto de Lei.

No final do ano passado, a Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) aprovou por unanimidade o Projeto de Lei 063, de autoria do deputado e jornalista Kennedy Nunes. No começo de janeiro, em vista de um parecer de sua assessoria, o governador Raimundo Colombo vetou o Projeto de Lei, que retorna para a Assembléia para apreciação do veto.

“Os jornalistas, os acadêmicos de jornalismo, os pais e familiares dos estudantes dos cursos de São Miguel do Oeste, Chapecó, Xaxim, Concórdia, Xaxim, Joaçaba, Caçador, Lages, Rio do Sul, Blumenau, Itajaí, Joinville, São José, Palhoça, Florianópolis, Tubarão e Criciúma, assim como os cidadãos e cidadãs em geral, são chamados neste momento a lembrar aos deputados que o Projeto de Lei recebeu aprovação unânime na Assembléia e que, ao mesmo tempo, vai ao encontro do desejo do governo, de qualificar os servidores para que cumpram o seu papel de bem atender à população”, apontou Lunge.

Ontem, o deputado Kennedy Nunes informou que o governador deve liberar a sua base no parlamento estadual, no momento da votação do veto. Em conversa nesta quinta-feira com o líder da bancada do PMDB, Manoel Mota, Rubens e o jornalista Paulo Arenhart apontaram a necessidade de manutenção do texto já votado na Assembléia. “A lei reconhece o empenho daqueles que buscaram na Universidade o conhecimento para o exercício de uma profissão importante, como é o jornalismo”, afirmou Lunge.

Os contatos junto aos parlamentares recomeçam na terça-feira da semana que vem, quando serão reiniciadas as sessões na Alesc. “Vamos continuar buscando o apoio dos deputados e pedimos aos cerca de 4 mil jornalistas e a todos os estudantes dos cursos de jornalismo de Santa Catarina, assim como a seus familiares e conhecidos, que enviem mensagens e conversem com os representantes de suas regiões, mostrando como é importante estudar jornalismo para exercer a profissão”, comentou Rubens Lunge.

Além destas ações, o Sindicato também mantém contato com a diretoria de comunicação do governo estadual e prepara uma reunião com os jornalistas que assessoram os deputados estaduais, com vistas a abrir caminhos de diálogo com os gabinetes e assegurar o voto em defesa dos jornalistas. “Esperamos conquistar a validade do PL 063/2010 e essa conquista não será apenas nossa, pois temos a certeza de que ela fará bem ao governo e à sociedade”, apontou Lunge.

Antes de ser levado ao Plenário para votação, o veto do governo deve ser analisado na Comissão de Constituição e Justiça da Alesc. O dia da análise e da votação ainda não está definido. O presidente do Sindicato disse que é importante que os colegas formados, assim como os professores dos cursos, os acadêmicos e seus familiares, que lutam tanto para manter os jovens na Universidade, participem, estando presentes à sessão. O Sindicato informará a data assim que ela for definida pela Assembléia Legislativa.

(Foto: Deputado Kennedy Nunes e Rubens Lunge acreditam que veto ao PL 063 deve ser derrubado. / Crédito: Silvia Agostini Pereira)

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios