InícioCAPAFIJ denuncia agressões à liberdade de imprensa no Brasil

FIJ denuncia agressões à liberdade de imprensa no Brasil

Em nota oficial publicada no dia 30 de julho, a Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) condenou as ameaças públicas do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, de prisão do jornalista americano Glenn Greenwald após a publicação de relatórios que ele alega terem prejudicado o governo. A FIJ se uniu à FENAJ e conclamou a comunidade internacional a denunciar as posições autocráticas de Bolsonaro contra a liberdade de imprensa.

Bolsonaro afirmou à imprensa, no dia 27 de julho, que o jornalista americano Glenn Greewald “talvez pegue uma cana aqui no Brasil”. A afirmação foi em referência a uma portaria publicada no dia anterior pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, que estabelece um rito sumário de deportação de estrangeiros considerados “perigosos” ou que tenham praticado atos contrários aos dispositivos constitucionais brasileiros.

Glenn Greenwald é fundador do site The Intercept Brasil, que desde o início de junho tem publicado reportagens sobre diálogos vazados de Moro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato. Greenwald tem se negado a quebrar o sigilo da fonte que lhe encaminhou o material, com base no artigo 5º da Constituição Federal.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios