segunda-feira, dezembro 5, 2022
InícioNOTÍCIASSJSC pede emissão da CAT a jornalista baleada

SJSC pede emissão da CAT a jornalista baleada

O diretor do Sindicato dos Jornalistas de Lages, Iran de Moraes, acompanha o desenrolar do caso da repórter Pamela Marin, baleada na perna no sábado passado, quando cobria ação da Polícia Ambiental contra a pesca predatória em Bocaina do Sul, no Planalto Catarinense. Assim que soube do fato, na tarde de sábado, o presidente do Sindicato, Rubens Lunge, telefonou ao diretor da RBS em Porto Alegre, Ary dos Santos. Ary retornou a ligação às 20h35min, informando que representantes da empresa acompanhavam Pamela no hospital e que estava à disposição da repórter um veículo, caso precisasse de atendimento em Florianópolis. Lunge ressaltou ao diretor da RBS a necessidade de emissão da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho). Rubens Lunge lembrou que durante as negociações salariais da última convenção, a categoria propôs cláusula específica sobre garantias para jornalistas que atuam na cobertura em áreas de risco. As empresas rejeitaram a cláusula. Além de Pamela, o policial Adão Mariano também levou um tiro. Os autores dos disparos, até a manhã desta segunda-feira (30/11), ainda não haviam sido presos.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios