0,00 BRL

Nenhum produto no carrinho.

Intimidação e violência não vão nos calar, mas nos mobilizar

No início da tarde desta terça-feira (25), equipes da imprensa catarinense foram alvo de ameaças e tentativa de intimidação. Profissionais do jornal Notícias do Dia, da TVCom e da RICTV foram atacados com pedras e tiros por criminosos no Morro do Horácio, em Florianópolis. Felizmente, ninguém ficou ferido.

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina e a FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas exigem que as autoridades públicas assegurem o livre trânsito dos profissionais no exercício do Jornalismo e de todos os cidadãos. É inaceitável que indivíduos ou grupos se apoderem de áreas urbanas, definam fronteiras e regras próprias, em absoluta afronta ao estado democrático de direito.

O ataque coloca em evidência, mais uma vez, a necessidade de as empresas jornalísticas garantirem a segurança e a própria vida de seus empregados em coberturas de risco. Liderados pela Federação Nacional dos Jornalistas, a FENAJ, o movimento sindical da categoria tem proposto uma negociação sobre segurança no trabalho. Infelizmente, os grandes grupos de comunicação rejeitam o debate e boicotam o diálogo.

O Sindicato dos Jornalistas de SC e a FENAJ se solidarizam com todos os profissionais ameaçados e impedidos de exercer livremente seu ofício de bem informar a sociedade. Violência, gratuita ou não, não vai nos intimidar, mas nos mobilizar.

Florianópolis, 25 de fevereiro de 2014.

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina – SJSC
Diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ

Matérias semelhantes

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais lidas

%d blogueiros gostam disto: