terça-feira, dezembro 6, 2022
InícioNOTÍCIASPatrões de rádio e TV radicalizam

Patrões de rádio e TV radicalizam

Os representantes das empresas concessionárias de rádio e televisão permanecem em silêncio e não pretendem mais negociar o piso salarial dos jornalistas.
O Sindicato dos Jornalistas estava em negociação com o Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão desde agosto. De uma hora para outra, o advogado do sindicato patronal comunicou o fim das negociações.
“Os donos das empresas concessionárias não reconhecem os jornalistas nas emissoras e por isso negam seus direitos, como o piso da categoria e a jornada de cinco horas”, disse o presidente do SJSC, Rubens Lunge. “Pior de tudo”, destacou , “é que em muitas empresas os colegas estão contratados em outra categoria, mas realizam as funções dos jornalistas”.
O presidente do Sindicato dos Jornalistas fez um chamado aos colegas das emissoras de rádio e TV para que fiquem atentos e mobilizados: “Neste primeiro momento, pedimos a contribuição dos colegas de Blumenau, uma vez que o atual presidente do sindicato patronal é da Antena 1”.
Rubens Lunge afirmou que uma negociação possível foi colocada na mesa para apreciação do SERT, mas que nem mesmo esta possibilidade foi levada adiante.
O SJSC disse também não compreender como empresas que cometem irregularidades trabalhistas recebem tanto dinheiro em publicidade dos governos.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios