sexta-feira, dezembro 9, 2022
InícioAÇÃO SINDICALPresidenta da FENAJ debate machismo no jornalismo na UFSC

Presidenta da FENAJ debate machismo no jornalismo na UFSC

Na Roda de Conversa “O jornalismo e as questões de gênero”, realizada no dia 8 de março, no Varandão do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC, a presidenta da FENAJ, Maria José Braga, destacou que as mulheres são a maioria da categoria dos jornalistas. Porém, as diferenças de gênero implicam em diversos graus de desigualdade, não apenas econômicos, mas também, o assédio moral, sexual e a discriminação.

O evento foi organizado pelo Coletivo Jornalismo sem Machismo, Centro Acadêmico Livre de Jornalismo, Curso e Departamento de Jornalismo da UFSC, Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC), Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC (POSJOR) e FENAJ.

“Nas relações de trabalho do jornalismo, o machismo está ainda muito presente”, sustentou Maria José Braga.  Ela destacou dados da pesquisa Quem é o jornalista brasileiro?, realizada em 2012 pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UFSC, em convênio com a FENAJ, que apontam que os jornalistas brasileiros são majoritariamente mulheres (64%), que a maioria delas é branca, solteira, com até 30 anos. Os dados apontam, ainda, que as mulheres jornalistas, mais jovens, ganhavam menos que os homens; eram maioria em todas as faixas até 5 salários mínimos e minoria em todas as faixas superiores a 5 salários mínimos.

Maria José também fez referência, também a uma pesquisa da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, segundo a qual, em 2015, as mulheres eram 26% entre os colunistas de O Globo, 27% na Folha de São Paulo e 28% no Estadão. “Somos minoria não só entre os colunistas, mas também entre os que ocupam cargos de chefia, que geralmente tem salários mais altos” disse.

Na oportunidade, a presidente da FENAJ destacou, também, o lançamento oficial, neste 8 de março, da Comissão Nacional das Mulheres Jornalistas, e convidou os participantes do debate a participarem das atividades que a Comissão passará a desenvolver em parceria com os Sindicatos de Jornalistas. As representantes do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina na Comissão são Linete Brás Martios e Tânia Machado de Andrade.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios