segunda-feira, dezembro 5, 2022
InícioNOTÍCIASDivulgados os vencedores da 8ª edição do Prêmio de Jornalismo Unimed SC

Divulgados os vencedores da 8ª edição do Prêmio de Jornalismo Unimed SC

Evento de premiação reuniu os finalistas e foi realizado em Joinville

Foram anunciados nesta sexta-feira (11/09) no Mercure Prinz Hotel, em Joinville, os seis vencedores da 8ª edição do Prêmio de Jornalismo Unimed SC. Os vencedores na categoria Profissional foram Camille Bropp Cardoso (A Notícia/ Joinville) Jornal/Revista, Renato Suslik Igor (Rádio CBN Diário/ Florianópolis) – Rádio, e Vera Lúcia Bonfante e Sirnaia Coral (TVCOM/ Florianópolis) – Televisão.

Na categoria Destaque Acadêmico os vencedores foram Gabriela Azevedo Forlin, Camila Guerra e Taiana Steffen Eberle (Jornal Laboratório Cobaia/ Univali – Itajaí) – Jornal/Revista, Camila Garcia da Silva e Lais Mezzari (Ponto de Pauta/ UFSC – Florianópolis) – Rádio; e Jackson da Silva Souza, Filipi Goulart Ghedin e Sueli Berschinock (Unisul/ Tubarão) – Televisão.

Cada vencedor da categoria Profissional recebeu um prêmio de R$ 4 mil e da Categoria Destaque Acadêmico, R$ 1 mil . Os demais finalistas foram contemplados com um vale-viagem para um hotel de lazer em Santa Catarina. No total concorreram 133 trabalhos com temas que alertam para o perigo da Gripe A e do HIV, a tragédia do crack em Santa Catarina, sobre os resquícios da enchente na vida dos catarinenses atingidos pelas cheias em 2008, entre outros. A maior representatividade foi da Unimed Grande Florianópolis, com 39 inscritos. A seleção contou com um atencioso trabalho do júri que leu, ouviu ou assistiu a todos os trabalhos inscritos para escolher os finalistas e que, na tarde de quinta-feira (10/09) se reuniu presencialmente em Joinville para escolher os vencedores.

A comissão julgadora foi formada pelos médicos Dr. Carlos Augusto Cardim de Oliveira, professor do curso de medicina da Universidade da Região de Joinville, gestor de Custos Assistenciais da Unimed de Santa Catarina e diretor do Portal Unimed, e Dr. Edson Campos, professor de biologia molecular e oncologia no curso de medicina da Universidade da Região de Joinville e médico auditor em oncologia da Unimed do Estado de Santa Catarina; além dos jornalistas Lorena Nogaroli – jornalista paranaense com ampla experiência no segmento de saúde; Luiz Cláudio Massa – editor do caderno Mais Saúde do jornal O Estado do Paraná; e Claudio Roberto de Souza Yuge – repórter e editor há 8 anos da Folha de Londrina.

O Prêmio de Jornalismo Unimed SC é promovido pela Federação e as 23 cooperativas Unimed de Santa Catarina com o objetivo de valorizar e estimular o tema Saúde na pauta dos veículos catarinenses. Em oito anos de Prêmio foram 972 reportagens inscritas. Trabalhos que ressaltam a importância da prevenção e de atitudes de qualidade de vida, além de denúncias que servem de alerta sobre as práticas de saúde no estado.

Os profissionais vencedores

Na categoria Profissional Jornal/Revista a vencedora foi Camille Bropp Cardoso (A Notícia/ Joinville), com “E se a Dilma morasse aqui?” – trabalho que utiliza o caso da ministra como exemplo para conduzir o texto que aborda a situação da saúde pública de Joinville – da busca do posto de saúde ao oncologista.

Entre os profissionais de Rádio o vencedor foi Renato Suslik Igor (Rádio CBN Diário/ Florianópolis), com “Coração: Hábitos que salvam vidas” – uma reportagem que apresenta casos de pessoas com problemas cardíacos e práticas que ajudam a reverter o quadro.

Na categoria Profissional Televisão as premiadas foram Vera Lúcia Bonfante e Sirnaia Coral (TVCOM/ Florianópolis) com “Crack, Nem Pensar” – um trabalho exibido no programa Falando. A reportagem enfoca a dependência química e apresenta depoimentos de um personagem real que foi ao estúdio apresentar sua história.

Destaques Acadêmicos

Na categoria Destaque Acadêmico três universidades foram contempladas: Univali, UFSC e Unisul. Na subcategoria Destaque Acadêmico Jornal/ Revista as vencedoras são Gabriela Azevedo Forlin, Camila Guerra e Taiana Steffen Eberle (Jornal Laboratório Cobaia/ Univali – Itajaí). As universitárias se inspiraram no drama das cheias de novembro para escrever “Resquícios da grande enchente” – um trabalho que além de mesclar depoimentos de catarinenses atingidos pelas cheias fala sobre as doenças comuns após as inundações: tétano, cólera, hepatite e dengue.

Na subcategoria Destaque Acadêmico Rádio o prêmio foi para a UFSC com o trabalho de Camila Garcia da Silva e Lais Mezzari (Ponto de Pauta/ UFSC – Florianópolis). A reportagem intitulada “Aborto” procura ser abrangente ao falar das questões legais e os riscos do procedimento, além de ouvir a opinião dos médicos responsáveis pelos atos autorizados pela justiça.

No Destaque Acadêmico Televisão os vencedores foram Jackson da Silva Souza, Filipi Goulart Ghedin e Sueli Berschinock (Unisul/ Tubarão), com “Trânsito: Fatalidade ou Imprudência?”. O documentário relata quatro histórias verídicas – três de Tubarão e uma de Criciúma – e enfoca as repercussões de um acidente na vida dos entrevistados.

Assessoria de Imprensa

Marlise Groth / Simone Gehrke
EDM LOGOS – Comunicação Planejada para gerar resultados
marlise@edmlogos.com.br – www.edmlogos.com.br
Fone: (47) 3433-0666

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios