sexta-feira, dezembro 9, 2022
InícioNOTÍCIASRatinho prestará esclarecimentos por supostas operações irregulares à CPI do HSBC

Ratinho prestará esclarecimentos por supostas operações irregulares à CPI do HSBC

Na tarde da última terça-feira (30/6), a CPI do HSBC aprovou requerimentos que pediam a quebra de sigilo fiscal e bancário de clientes investigados por denúncias de operações irregulares com o banco. A medida, entretanto, foi questionada por alguns senadores.

Segundo a Agência Senado, Paulo Bauer (PSDB-SC), por exemplo, pediu bom senso e, em alguns casos, sugeriu a retirada de pauta do requerimento e o envio de mais correspondências para os investigados, como no caso do apresentador Carlos Roberto Massa, conhecido como Ratinho, e o da esposa dele, Solange Martinez Massa. A CPI solicitará mais esclarecimentos aos dois. Bauer reiterou que muitas das pessoas mencionadas pela imprensa como suspeitos de operações irregulares com o HSBC ainda não têm uma acusação formal. O senador disse ainda que quando o Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras] diz que uma operação financeira é atípica, não quer dizer que é, necessariamente, ilegal.

Entre os pedidos de quebra de sigilo recusados, está o do empresário Benjamin Steinbruch, da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Já Paulo Celso Mano Moreira e Ademir Venâncio de Araújo, ex-diretores do Metrô de São Paulo, acusados de irregularidades administrativas, tiveram a solicitação aprovada.

Alguns parlamentares questionaram o momento e necessidade da quebra de sigilo. O presidente da CPI, senador Paulo Rocha (PT-PA), informou que a Comissão elencou os nomes divulgados pela imprensa e enviou correspondência com pedido de informação sobre as operações. “Alguns responderam, outros não. Assim, a CPI decidiu avançar com o pedido de quebra de sigilo”, explicou.

Ratinho, dono da Rede Massa de Rádio e TV, aparece em duas listas relacionadas às contas no HSBC em Genebra, na Suíça. Uma delas é a de empresários de mídia e jornalistas. O saldo da conta era de US$ 12,5 milhões.

Na outra, ele aparece entre os 16 doadores da campanha eleitoral de 2014. As doações, no valor de R$ 254.140, foram destinadas ao filho dele, Ratinho Junior, deputado estadual eleito pelo PSC-PR, atual secretário do Desenvolvimento Urbano do Paraná.

À época da revelação das listas, o Grupo Massa alegou que “todos os bens e valores de Carlos Roberto Massa e Solange Martinez Massa foram devidamente declarados aos órgãos competentes”.

Fonte: Portal Imprensa

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments

Daniel A. Santos on Legislação dos jornalistas
Antônio Carlos Costa on As multidões e os protestos
FERNANDO MARGHETTI NUNES on Dez desejos para o jornalismo em 2016
leonelcamasao on Legislação dos jornalistas
Maria Tercilia Bastos on Nota de pesar
valmor on Convênios
Vilma Gomes Pinho on Convênios