Inicial / AÇÃO SINDICAL / Patrões apresentam proposta de cair o queixo

Patrões apresentam proposta de cair o queixo

Piso para jornalistas de Rádio e TV de R$ 1.120, reajuste salarial de 50% do INPC para jornalistas de jornais e revistas que ganham até 1,5 pisos e “livre negociação” para quem ganha acima deste patamar. Esta foi a “proposta” apresentada pelos patrões na negociação com o SJSC ocorrida nesta quarta-feira, 14 de junho.

Surpreendendo negativamente a Comissão de Negociação dos Jornalistas, os negociadores patronais apresentaram propostas que remetem ao Túnel do Tempo. Algumas delas retroagem ao período negocial da década de 1980. Outras, mais futuristas, já antecipam a proposta de reforma trabalhista da Era Temer. Tudo, é claro, com o singelo pedido de que os jornalistas compreendam a atual realidade de “mercado”.

O Sindicato das Empresas de Rádio e TV (SERT) apresentou por escrito sua contraproposta com 24 pontos em resposta à pauta de reivindicações dos jornalistas, que contém 69 cláusulas. Já o Sindicato das Empresas de Jornais e Revistas (Sindejor) antecipou verbalmente algumas das propostas que encaminhará, também por escrito, até a próxima segunda-feira (19/06).

“Deixamos claro que esta proposta não tem a menor condição de ser apreciada numa assembleia da categoria, pois é óbvio que seria rejeitada”, conta o presidente do SJSC, Aderbal Filho.

“Esperamos que tais propostas evoluam, se é sincero o desejo patronal de chegar a um acordo”, completa.

Nova rodada de negociação ficou agendada para a próxima quarta-feira, 21 de junho.

Tente também

TRT extingue dissídio e sindicato vai recorrer

Em julgamento do dissídio coletivo do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina contra o Sindicato …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: