Inicial / PRÊMIOS DE JORNALISMO / Jornalista Angela Bastos vence prêmio Vladimir Herzog

Jornalista Angela Bastos vence prêmio Vladimir Herzog

A jornalista Ângela Bastos, do Diário Catarinense, foi uma das vencedoras do 37º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, na categoria internet, com a reportagem multimídia As Quatro Estações de Iracema e Dirceu. A partir de vídeos, fotos, textos e infográficos, a reportagem conta a história dos agricultores Iracema, Dirceu Canofre de Campos e seus 14 filhos, que vivem em situação de miséria. Ao longo de dois anos e sete meses, Ângela acompanhou a história dessa família, e produziu o trabalho junto aos colegas Charles Guerra, Julia Pitthan, Fábio Nienow, Léo Cardoso e Lucas Amarildo.

O prêmio é organizado pelo Instituto Vladirmir Herzog, Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), entre outras entidades.

Conheça os vencedores em todas as categorias.
– Artes: Gregório de Holanda Vieira, Diário de Pernambuco. Menção honrosa: Jarbas Domingos de Lira Jr., Diário de Pernambuco.
– Fotografia: “Haitiano toma banho em mictório”, Ronny José dos Santos, Agora. Menção honrosa: “Batalha olímpica”, Pedro Kirilos Mattar de Oliveira, O Globo.
– Jornal: “Floresta Amazônia”, de Leonêncio Nossa, O Estado de S. Paulo. Menção honrosa: “Racismo, um crime silenciado”, de Marcella Fernandes de Camargo, Correio Braziliense.
– Revista: “Os filhos do Bolsa Família”, de Cristiane Barbieri, Época Negócios. Menção honrosa: “Precisamos falar sobre Romeo”, Rodrigo Ratier, Nova Escola.
– Rádio: “Mães da fé”, de Caetano Cury, Rádio Bandeirantes. Menção honrosa: “A doce ação”, de Róbson Machado de Souza, Rádio Tupi/RJ.
– Documentário de TV: “Em busca da verdade”, de Lorena Silva, TV Senado. Menção honrosa: “A revolta da chibata”, de Vera Regina, TVE/RS.
– Reportagem de TV: “Estrada da fome”, de Daniel Paulino, Record. Menção honrosa: “A questão racial – da ditadura à democracia”, de Débora Brito, TV Brasil.
– Internet: “As 4 estações de Iracema e Dirceu, de Ângela Bastos, Diário Catarinense. “Rota 66, a confissão”, de Marcelo Godoy, O Estado de São Paulo
Na categoria de Internet, o júri optou por escolher dois vencedores, sem menção honrosa.

Tente também

Violência da PM contra suspeito e jornalista agride os direitos humanos, a liberdade de imprensa e a democracia

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina protesta contra o abuso de autoridade, tentativa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: